fbpx

 

Sabem escolher o pão integral? 

A nossa escolha deve ser sempre integral pois são ricos em fibras, promovem uma digestão mais demorada e por isso garantem saciedade ao organismo. Em todos os planos alimentares prescrevo o pão integral ou de uma farinha escolhida que seja integral, e peço que prestem sempre muita atenção à sua composição, nomeadamente aos ingredientes.

Temos que ter atenção ao escolher o pão, pois com a variedade enorme que temos à nossa disposição nos supermercados, as boas escolhas garantem melhores resultados.

Muito já se falou que os pães integrais não têm nada de integral. Esta afirmação não está correcta, mas tem um grande fundo de verdade.

Na realidade o que acontece é que muitos dos produtos ditos integrais às vezes têm mais farinha branca do que que o esperado. Assim, é preciso estarmos atentos e saber ler as informações dos rótulos,saber compreender as informações nutricionais dos produtos que compramos é o primeiro passo para uma vida saudável e um emagrecimento efectivo.

Além disto, ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, não devemos escolher o pão pelo valor calórico que ele apresenta. Devemos avaliar todos os macronutrientes presentes no alimento. Temos de ter em conta a quantidade de alimento descrita na embalagem e perceber para que quantidade está feita a tabela nutricional, normalmente é para 100 gramas.

Um bom pão integral, primeiramente deve ser rico em fibras. Esta é a grande diferença da farinha branca para a integral. Na farinha branca (também conhecida por refinada) os grãos de trigo são moídos e ficam muito fininhos, enquanto que na farinha integral os grãos são mais preservados e as fibras mantém-se.

Segundo a ASAE, os ingredientes do alimento aparecem na ordem decrescente de quantidade. Portanto, se procuramos um item realmente integral, o primeiro ingrediente deve ser a farinha integral (trigo, centeio ou outra). Consequentemente ele vai ter mais fibras na sua composição.

Outros factores que estão relacionados com a qualidade do pão, mas que não estão relacionados com o facto de ser integral ou não:

A quantidade de sódio e gorduras más (saturadas e trans) devem condicionar a escolha do pão e quanto menor, melhor. Mas atenção! Nem sempre as gorduras totais presentes fazem com que o pão seja mau, pois nele pode haver gorduras boas indispensáveis ao organismo provenientes de oleaginosas como castanhas e nozes e também de sementes, como chia, linhaça, etc.

Prestem sempre muita atenção aos rótulos. Já viram os ingredientes do pão?

Claro que isto é válido para quem consome pão embalado e não o pão fresco.

Cláudia WiY
Cláudia WiY

Informação Biográfica

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

%d bloggers like this: