Dia das Asneiras

Foi assim baptizado por ser o dia que após uma semana inteira de muito esforço para mantermos a dieta temos um presente, um miminho em forma de sabor e de preferência quase sempre com gosto a doce .
Para este dia devemos reservar comer, aquilo com que andamos a sonhar a semana inteira. Aquele gelado que adora! Aquelas batatas fritas! Aquele vinho incrível!

Temos de nos mentalizar que este dia infelizmente apenas dura 24horas. Podemos é tentar intercala-lo entre dois dias caso haja essa necessidade. Assim se no fim de semana tivermos uma festa de aniversário no sábado à noite e um almoço de família no Domingo, iniciamos o dia da asneira no sábado as 18h ou 19h da tarde. O importante é não fazer dois dias de asneira!

Para quem faz dieta, seja ela seguida por um profissional , por um livro ou de outras formas, é cada vez mais comum a introdução de um “dia da asneira” com uma determinada periodicidade. No entanto, como um “dia da asneira” mal feito pode deitar por terra todo o esforço realizado nos restantes dias, há que ter em atenção algumas regras para que o processo de emagrecimento não seja comprometido por um dia da semana.

  1. Conhecer os alimentos que vamos consumir! Ex.: Temos de saber escolher e, é diferente comer um pastel de nata, que tem cerca de 280 kcal distribuídas por açúcares e gorduras, de comer um bolo de arroz, que fornece 370 kcal, provenientes, na sua maioria, de açúcar, ou um croissant de chocolate, com 500 kcal.
  2. Trocar os alimentos que habitualmente comemos na dieta pelos alimentos do dia da asneira e não adições dos dois alimentos. Se pensarmos que vamos comer um pastel de nata, então retiramos o iogurte que normalmente ingerimos em vez de os adicionarmos.
  3. Ter consciência do que vamos fazer. Saber que a maçã que por exemplo habitualmente consumimos a meio da manhã tem muito menos calorias , gorduras e açúcares do que o pastel de nata eleito.
  4. Conhecer a nossa dieta. Sabemos que a perda de peso se dá quando a ingestão de energia é inferior à quantidade de energia gasta. Devemos de ter uma ideia ou tentar ter, da quantidade de energia ingerida pelo organismo e da quantidade gasta. Se tivermos esta noção, conseguimos saber mais ou menos a quantidade de energia (ou calorias) que podemos mos adicionar no “dia da asneira” , de forma a manter o peso. Se não quisermos ser tão fundamentalista, temos de pensar apenas que não devemos consumir tudo e mais alguma coisa neste dia por forma a não deitarmos por terra todo o esforço feito nos dia de dieta.

As refeições deste dia servem de recompensa psicológica num regime alimentar mais restrito e são muito importantes pois servem de reactivadores metabólicos que nos permitem prolongar a obtenção de resultados pois fornecem ao organismo um choque energético evitando assim a habituação a uma alimentação pobre em energia o que ao longo do tempo promove a estagnação do peso.

É importante que as asneiras sejam todas feitas no mesmo dia e que não pensemos que pequenos deslizes todos os dias fazem menos mal que um dia inteiro a “deslizar”. O dia como foi explicado dá um impulso quer psicológico quer energético para a continuação da dieta. Os pequenos deslizes todos os dias tornam-se num hábito, num mau hábito que tem tendência a passar para grande deslize porque vicia, pensamos “ Ah é só hoje, Ah é só mais este”

Aproveitem bem as “refeições de asneira” para ganhar novas forças para mais um ciclo de alimentação mais restrita. Temos de pensar e perceber que é uma forma de moderar o consumo de muitos alimentos que consumíamos de uma forma exagerada e que, também se vai tornar num hábito e ao fim de uns tempos vamos deixar de sentir necessidade de ingerir desmedidamente alimentos cuja ingestão deve ser controlada num regime alimentar saudável.

Hoje é o seu dia da asneira?

Se sim , partilhe connosco o que optou por fazer e como lhe soube. Diga o que habitualmente come e o que comeu neste dia tão especial para quem se encontra em dieta ! Lembre-se que estar de dieta não tem de ser mau, basta reeducar-se a alimentar!

Faça Like na nossa página de Facebook

Cláudia WiY

Informação Biográfica

No Comments Yet

Leave a Reply